A maka da água


Partilho aqui um excerto do livro que estou a ler presentemente, Os Transparentes, de Ondjaki. Enquanto o povo de Luanda precisa de água, que falta, os governantes ocupam-se com a instalação da Comissão Instaladora do Petróleo, que, nas palavras da personagem “O Cego” serve para … instalar.

Os diálogos são fortíssimos neste livro.

Diálogo entre um jornalista e o Assessor do Ministro, sobre a tal maka de água, de que todos falam:

“tou a ver, tou a ver …a maka da água?

a maka da água

DonaCreusa bateu à porta e entrou

DonaCreusa, stop! – o Assessor SantosPrancha pousou o copo com violência – o que é isto?

Como assim, senhor Assessor?

Então você entra assim?

eu bati à porta, senhor Assessor

mas eu não respondi, pois estou numa importantissima reunião jornalistica

mas não pediu …?

a senhora vai-se retirar

senhor Assessor, mas o gelo …

a senhora vai-se retirar, bater à porta e aguardar calmamente

sim senhor Assessor – DonaCreusa retirou-se

você falava da maka de água?

sim, não se fala de outra coisa, até mesmo os jornais da oposição começaram a especular

DonaCreusa bateu à porta novamente

Entre! gritou SantosPrancha

Vim trazer gelo, senhor Assessor, posso entrar?

Já disse que sim, você é surda?

DonaCreusa dirigiu-se ao mini-bar, mas não conseguia executar a missão com as mãos ocupadas, pousou o saco do gelo na pequena mesa de centro.

DonaCreusa, por favor!

Diga, senhor Assessor

Então você acha que esse saco encontra-se em condições de frequentar o meu gabinete? Por favor, retire-se e volte quando encontrar outra solução

mas, senhor Assessor, o gelo vem nestes sacos

então leve o balde e molhe lá a sua mesa quando mudar o gelo, vamos, rápido, faça-se cumprir, que neste país tempo é dinheiro, e estamos aqui para trabalhar

é por isto que o país não avança, estamos aqui a tentar trabalhar e somos constantemente interrompidos por funcionários mal preparados – mas diga

a maka da água

sim, a maka da água …, mas qual é a maka?

falta água em Luanda, demasiadas vezes, o abastecimento está completamente irregular

a sério? não tinha sentido nada

(…)

bem – sorriu o Assessor SantosPrancha – eu entendo pouco de água -abanou o copo de whisky na direção do jornalista ….”

Anúncios

Autor: Carla Espada

Sou uma pessoa observadora, curiosa com o que se passa à sua volta

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s