Pousou na minha janela

Ontem cheguei a casa ao final do dia e no lufa lufa de chegada olho distraidamente para a janela do meu quarto e vejo um vulto. Aproximo-me e vejo um passarinho lindo, um arco-íris com penas, que parecia estar a resguardar-se do vento frio na minha janela.

Tentei abrir a janela, para ver se estava tudo bem com ele, mas voou, para voltar logo de seguida. Sentia-se bem ali …

Descobri entretanto que a espécie é um Rosicolor

O som:

A LOJA de animais

Hoje tive uma daquelas experiências surpresa ao entrar numa loja. Sai do comboio e fui comprar uma transportadora para a minha gata numa loja de animais na praça do Brasil, em Setúbal.

Entrei na loja e fiquei logo com a sensação de que tinha entrado num mundo à parte, estava literalmente atulhada de brinquedos, malas de vários tipos, arranhadores, comida, tudo e mais alguma coisa que se possa imaginar para amimais, não só cães e gatos (tem umas casinhas para hamster lindas, de madeira)

A loja em si é pequena, mas a imaginação não tem limites e havia prateleiras por todo o lado, uma escadas que iam dar a uma cave recheada de pequenas maravilhas para os nossos companheiros de estimação.

Pedi uma mala transportadora para gato e o dono da loja (escondido dentro de um guichet pequeno à entrada) puxou de uma escada metálica amovível e cuidadosamente subiu para um sótão, que mais não é do que uma prateleira gigante atulhada de material diverso para venda. Desapareceu no meio de tudo aquilo, só dava para ouvir o senhor balbuciar algumas frases.

Para os amantes da aquarofilia esta é a loja ideal, tem uma variedade imensa de peixes, aquários, decorações (arbustos, barcos, castelos, troncos, algas, corais, tudo mesmo)

Tirei-as fotos possíveis desta maravilha animal: um Nemo e uma ‘peixinha’ que parecia ter os lábios pintados.

Para os curiosos, a loja chama-se Aquarioreef.

Lucky <3

No dia 01 de maio, na mata de Sintra, tive a oportunidade de ajudar a recolher esta corujinha fofa, ainda cria, que estava encostada a um portão à beira da estrada. Deve ter caído do ninho e perdido os pais e estava com um olhar triste, com a luz do sol a incidir sobre os seus olhos sensíveis e já com moscas a rondarem o desfecho esperado.

Mas não, recolhemos a bichinha e foi entregue na Policia Florestal de Monsanto, para ser acolhida no Centro de Acolhimento. Sei que foi a atitude correcta, porque não podemos ter uma ave de rapina noctívaga e carnívora em casa, mas custou tanto entregar a bichinha … a minha filhota com garras 🙂 ❤

Com a atrapalhação dei-lhe o nome de Praia, porque foi acolhida no meio de toalhas de praia, mas ficou com o nome Lucky.

Estou a tentar obter informações sobre o seu estado, em principio estará bem e vou tentar estar na sua libertação na natureza.

Atualização: Parece que o estado da corujinha era mais grave do que pensava, foi mordida por um animal, provavelmente estaria assim há alguns dias e não sobreviveu … enfim, pelo menos não morreu abandonada na estrada.

corujinha

Maggie the queen – a minha gata

EscrIMG_0018[1]evo este post num dia em que uma constipação me forçou a ficar em casa, mas não estou sozinha, tenho comigo a minha gata, Maggie, que está sempre aqui, no colo ou muito perto da dona, massajando com carinho, como que dizendo…”Vá, põe-te bem rápido, quero brincar”, dando miadelas “fofas” (uma expressão própria da dona), cheirando, lambendo, dormindo, mordiscando, sendo companheira.

A minha gata é muito especial (enfim… eu sei…é minha), foi adoptada numa loja de animais vai para 4 anos e logo nesse dia revelou a sua personalidade, pondo-se em cima da cabeça do companheiro de “cela” que dormia uma bela sesta, para dar nas vistas, como se pensasse “quero estes donos para mim!”. Ficou Maggie, por causa dos Simpsons, afinal era a bebe da família.

Era minúscula, cabia na palma da mão, tinha umas orelhas enormes e uns grandes olhos verdes, linda. Veio para casa numa caixa de papelão que supostamente daria para o transporte, mas qual quê, a Maggie queria conhecer o mundo, conhecer tudo e rapidamente saiu disparada da caixa e começou a circular dentro do carro. Nota-se logo que é uma gata porque tem comportamentos, formas de estar muito girly.

É um pouco anti-social, faz parte da sua personalidade própria, talvez porque não convive com muitas pessoas e porque ficou marcada por uma visita que é uma daquelas pessoas que adora irritar ou atiçar gatos, o que eu detesto. Gosta muito dos seus donos, isso basta-lhe.

Não gosta de estar sozinha, adora saltar para cima da mesa nas refeições (mesmo sabendo que está a cometer uma infração grave), nunca foi de brinquedos de gato, do género ratinhos, penas, bolas, arranhadores…não tem paciência, farta-se logo. O único brinquedo a que se apegou foi uma simples bolinha de esponja que transportava na boca para todo o lado, nunca ia dormir sem a sua bolinha. Irritava-se quando a bola ficava presa nas unhas e saltitava.

Claro que com tanto uso, a bola (ou o que restava dela) teve que ir para o lixo. Procuro incessantemente outra igual. Alguém sabe? Tirando a bola de estimação, a Maggie gosta mesmo é de brincar com as coisas dos donos, é muito mais interessante.

Claro que, sendo uma gata, por questões de saúde a magginha foi esterilizada, a operação foi um momento de grande ansiedade, porque ficou internada 2 dias. Parece que nesses dias sentia os passinhos da Maggie, o “tic tic” das unhas no chão. Felizmente, até agora ainda não teve grandes problemas de saúde, porque de certeza que iria ser um sofrimento. No entanto, tenho pena de a Maggie não ser mãe, porque de certeza que iria ser uma mãe gata muito cuidadosa das suas crias.

Por vezes penso….como irá ser quando a Maggie ficar velhinha, doente e morrer…não sei, mas para mim será com certeza como perder uma pessoa que amo muito.

Uma curiosidade lendária: “Os hebraicos têm uma lenda onde o gato teria sido criado por Deus, dentro da Arca, quando Noé, preocupado com a proliferação dos ratos que se procriaram excessivamente na embarcação, implorou à Deus para que Ele providenciasse uma solução. Deus então fez com que o leão da Arca espirrasse, e do espirro desse felino, surgiram os gatos domésticos.” Ver mais aqui e aqui

Não é uma delicia?!

maggie baby

Baby Maggie - What were you thinking to buy me a dog toy!!?
Baby Maggie – What were you thinking to buy me a dog toy!!?

maggie sofá IMG_0578[1] IMG_0585[1]